PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Por que sentimos inveja e como se livrar desta sensação

Sri Prem Baba

02/02/2018 04h04

Crédito: iStock

Ninguém gosta de assumir que é invejoso. Afinal, sentir inveja é declarar que você quer o mal do outro. Mas o fato é que, em um momento ou outro, esse sentimento passa por todos nós e só dá para deixar de ser assim se conseguir compreender e curar tudo aquilo que nos prende a esse lugar. Então, por que sentimos inveja?

A inveja é um mecanismo de defesa que atua em nosso sistema para proteger uma grande ferida que carregamos, algum grande choque de humilhação, abandono ou rejeição que sofremos. Ela costuma nascer na infância, nos fazendo acreditar que somos impotentes e incapazes de realizar determinadas coisas. Nos faz acreditar que somos inferiores.

A inveja costuma estar ligada à figura da mãe

Para a criança, a mãe representa o mundo, mas esse mundo nem sempre está cheio de amor para dar e essa falta de aconchego, em determinados momentos, podem ser suficientes para que ocorra um grande choque. O bebê sente que não está sendo atendido quanto gostaria, assim, ele passa a se sentir impotente.

À medida que vai crescendo, esse mecanismo de defesa que protege o sentimento de inferioridade, vai se especializando, se modificando… Como se sente incapaz, o invejoso quer destruir todos aqueles que considera melhores do que ele próprio. Afinal de contas, ele acredita que é impossibilitado de ter o mesmo êxito. É diferente da cobiça, em que a pessoa quer pegar determinado alvo para ela. Quando a inveja atua, ela quer pegar o alvo e também quer destruí-lo.

Tomada pela inveja, a pessoa não enxerga o outro como um modelo a se inspirar para crescer. Como ela tem certeza de que não pode chegar ao mesmo lugar, ela conspira para que o outro caia e fique no mesmo nível em que ela acredita estar. Para isso, dissipa raios e venenos sempre que possível, seja através da maledicência, falando mal do outro ou seja na forma de pensamentos e desejos secretos.

Toda essa inferioridade também pode se apresentar de outra forma: criando situações para se tornar invejado, aliviando assim toda essa dor. A pessoa se esforça para ser invejada para tentar acreditar que não é tão inferior assim.

Embora seja bastante presente na vida de toda a entidade humana em evolução, a inveja é uma das matrizes do eu inferior que você mais se envergonha de ter. Afinal de contas, é ela quem mostra para si próprio todo esse horror que vai aí dentro e que você não quer ter que lidar. Mas saiba que, por trás dessa inveja toda, dessa vergonha de se sentir assim e dessas dores profundas que tanto te marcaram, está o seu ser e o seu sentimento sincero de querer ver o outro crescer, a sua vontade de ver o outro brilhar.

Só é possível desarmar todo esse mecanismo tomando consciência dele, entrando em contato com o seu sentimento de impotência, inadequação, não pertencimento, fracasso. Só assim você sai desta distração que é ficar brigando com o outro, em que toda sua energia é empregada para tentar destruir outra pessoa ao invés de crescer, evoluir e cuidar do que realmente importa.

Minha sugestão é para que você olhe a pessoa que mais inveja como seu professor. É essa inveja que vai te apontar o caminho do que ainda precisa ser visto e curado aí dentro. É essa inveja que vai conduzir você para os sentimentos negados que insiste em carregar consigo.

Que haja disposição para integrar tudo aquilo que precisa ser integrado em nós.

Sobre o autor

Nascido em São Paulo, Sri Prem Baba estudou psicologia e ioga. É discípulo do mestre indiano Sri Sachcha Baba Maharaji Ji, da linhagem Sachcha, e idealizador do movimento global Awaken Love. Seu trabalho une conhecimentos para fortalecer valores humanos, espirituais e sociais. Hoje, existem centros representativos de sua missão na Índia, Estados Unidos, Europa, Israel, Argentina e Brasil. É autor dos livros “Amar e Ser Livre - As Bases Para uma Nova Sociedade”, “Transformando o Sofrimento em Alegria” e do best-seller “Propósito – A Coragem de Ser Quem Somos”.

Sobre o Blog

Ensinamentos para o bem-viver com foco em autoconhecimento e desenvolvimento pessoal. Conteúdos profundos abordados de forma prática sobre relacionamentos, propósito de vida, prosperidade, sustentabilidade, educação, crise planetária e espiritualidade, entre outros.

Blog do Prem Baba