PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Reparar relações mal resolvidas é essencial para a expansão da consciência

Sri Prem Baba

20/04/2018 04h15

Como é sua relação com seus pais? E com as pessoas de seus relacionamentos anteriores? (Crédito: iStock)

Já escrevi outras vezes sobre o fato de acreditar que só é possível transformarmos nossa sociedade se começarmos a transformação por nós mesmos. Uma mudança de dentro para fora, pautada no autoconhecimento, na consciência de que estamos onde nos colocamos e que temos responsabilidade pelo que colhemos.

Uma nova maneira de viver a vida em sociedade inclui valores profundos, como a honestidade, a autorresponsabilidade, a gentileza e precisa ter como meta a criação de uma cultura de paz e prosperidade para todos. E você tem feito a sua parte olhando para toda a guerra e miséria que carrega em si? Tem dado o seu melhor para ampliar a percepção de que, muitas vezes inconscientemente, segue criando situações de sofrimento para si e para os outros.

Estou falando de uma programação profundamente arraigada, extremamente difícil de descondicionar, mas que precisa ser encarada o quanto antes.

Nesse momento precisamos que a espiritualidade se manifeste de uma maneira muito prática, ou seja, em nossas relações, no trabalho e na família.

Sugiro que você se empenhe ao máximo para começar a reparar seus relacionamentos, abrindo espaço para curar antigas mágoas, fechar contas passadas e facilitar a chegada do perdão. A ressignificação dos relacionamentos é um ponto central nessa transformação, pois possibilita a ressignificação da família e, consequentemente, de toda a sociedade.

Outro ponto importante para termos êxito nessa nova maneira de viver a vida é ganharmos consciência do nosso propósito, permitindo colocarmos nossos dons e talentos a serviço do amor. Com isso ocupamos nosso lugar no mundo e deixamos de querer o que é do outro. Assim, nos livramos da inveja, da ideia da vítima e dos jogos de acusação. Assim, esse planeta poderá respirar por mais tempo.

Nos movendo em direção a esses dois objetivos, a reparação das nossas relações e a clareza de nosso propósito, a consciência vai naturalmente se expandindo e vamos recebendo guiança para agirmos a partir do coração.

Nosso trabalho é abrir caminhos para sustentar a presença. É eliminar o que nos impede de estar no momento presente, realmente conectados com o aqui e o agora.

Você tem sustentado a presença? Tem estado presente em seus relacionamentos e no seu trabalho? É da presença que nasce tudo que é belo, criativo, verdadeiro, tudo que tem um real valor. Se ainda não pode estar presente é porque ainda não pode deixar a crueldade de seu coração, não pode deixar de se machucar e machucar o outro. Mas, como disse, desprogramar toda essa crueldade não é tão simples assim. Tenho sugerido a prática do silêncio como uma das ferramentas para o autoconhecimento.

Aos pouquinhos, vamos dando passos até que todos os nossos pensamentos, nossas palavras e ações possam nascer do coração, cheios de sabedoria e compaixão.

Sobre o autor

Nascido em São Paulo, Sri Prem Baba estudou psicologia e ioga. É discípulo do mestre indiano Sri Sachcha Baba Maharaji Ji, da linhagem Sachcha, e idealizador do movimento global Awaken Love. Seu trabalho une conhecimentos para fortalecer valores humanos, espirituais e sociais. Hoje, existem centros representativos de sua missão na Índia, Estados Unidos, Europa, Israel, Argentina e Brasil. É autor dos livros “Amar e Ser Livre - As Bases Para uma Nova Sociedade”, “Transformando o Sofrimento em Alegria” e do best-seller “Propósito – A Coragem de Ser Quem Somos”.

Sobre o Blog

Ensinamentos para o bem-viver com foco em autoconhecimento e desenvolvimento pessoal. Conteúdos profundos abordados de forma prática sobre relacionamentos, propósito de vida, prosperidade, sustentabilidade, educação, crise planetária e espiritualidade, entre outros.

Blog do Prem Baba